Amop tira dúvidas sobre condutas de agentes públicos durante as eleições

Os advogados Cassio Prudente Vieira Leite e Marcelo Matsubara, do escritório Bonini Guedes, de Brasília, proferiram palestra a assessores e Imprensa e procuradores jurídicos da área de abrangência da Amop (Associação dos Municípios do Oeste do Paraná).
O tema foi as condutas vedadas aos agentes públicos durante o processo eleitoral. A reunião foi realizada na tarde desta quinta-feira (12), na sede da entidade municipalista oestina, em Cascavel, sob a condução do prefeito de Maripá e presidente da Amop, Anderson Bento Maria.
De acordo com os especialistas, há uma série de restrições aos agentes do Executivo Municipal, prefeitos, vices, secretários e servidores em geral, mesmo a eleição sendo no âmbito estadual. Sem adotar cuidados em sua rotina de trabalho, estes agentes estarão sujeitos a pesadas penalizações por parte das autoridades da Justiça Eleitoral.
De acordo com Anderson, essa era uma demanda antiga por parte deste público-alvo: esclarecer dúvidas que dizem respeito ao cotidiano de uma prefeitura em um período diferenciado, sob a ótica da Justiça. “Mais uma vez a Amop cumpre o seu papel: o de ser indutora do conhecimento, da troca de experiências e do intercâmbio de informações”, observou o presidente da Amop.

Share this:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *