Aeroporto Regional

Em nome dos prefeitos da Amop, o presidente da entidade, Anderson Bento Maria, de Maripá, entregou à governadora Cida Borghetti na tarde desta quinta-feira (3), em Cascavel, um documento pedindo atenção a uma das mais antigas bandeiras de luta da região Oeste do Paraná: a construção do Aeroporto Regional. A governadora participou da solenidade de renomeação do secretário estadual de Segurança Pública, Julio Reis, ao cargo, e assinou convênios com prefeituras da região Oeste.

    

Share this:

Um comentário em “Aeroporto Regional

  • 11 de Maio de 2018 em 14:45
    Permalink

    O aeroporto poderá estar completamente pronto em apenas um ano e meio, (pista, estação de passageiros, auxílios ao voo e toda a infraestrutura), se o projeto for desenvolvido, financiado e construído pelos gigantes da construção Chinesa. Nada de aditivos e extensão de prazos como ocorre no Brasil. Uma obra desse porte feito por unicamente empresas brasileiras levará de 4 a 5 anos para ficar pronto. Hoje, praticamente todos os grandes aeroportos internacionais na África são construídos pelos Chineses com a qualidade de aeroporto internacional condizente com as normas da União Europeia e Americana. E na África não se constroem pistas de pouso de asfalto porque seu custo de manutenção é muito elevado e durabilidade inferior a construída de cimento Portland. Uma pista de asfalto terá sua primeira grande manutenção em 4 anos, ao passo que, a de Portland em 23 anos. A vantagem de uma associação direta como os Chineses será seu prazo e taxas de financiamento através do seu banco central. A segunda vantagem e facilitador é o grande envolvimento político e comercial do Brasil com a China. Preocupante é a situação das construtoras Brasileiras com a tecnologia e experiência em construção de aeroportos envolvida em escândalos. Acredito que com o suporte dos Chineses, o aeroporto poderá ser construído com uma pista totalmente sem nenhuma restrição operacional para as maiores aeronaves, pista de 3.000 x 60m de largura, com preço inferior a construída pelas nacionais com 2.500 x 45m e ainda de asfalto.
    Penso que a opção CHINA deve ser considerada seriamente para o proposto aeroporto. Saudações, Claudio Lemes Louzada 62, Consultor Sênior para Rotas Aéreas, Logística & Aviação.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *