MARCHA A BRASÍLIA Texeirinha: “Há avanços, mas há muito a ser feito pelos municípios”

Líder da comitiva de prefeitos da região Oeste do Paraná que participa da XX Marcha a Brasília (15 a 18), o prefeito de Matelândia e presidente da Amop, Rineu Menoncin (Teixeirinha), destacou nesta terça-feira (16) avanços que o municipalismo tem vivenciado nos últimos tempos, porém lembrou que ainda há muito a ser feito.
Segundo ele, nos meios políticos da Capital da República é consenso que o governo federal prioriza as reformas estruturais, como trabalhista e previdenciária, e só vai discutir avanços no municipalismo depois de vencida esta fase. Todavia, há pressa por mudanças. “São os municípios que pagam a conta da maior parte dos serviços públicos e estão à frente das ações de cidadania. E a contrapartida é inversamente proporcional a essa realidade”, diz Teixeirinha.
Entre os avanços, foi anunciado pelo presidente Michel Temer aumento nos repasses financeiros da merenda escolar, bem como a assinatura de Medida Provisória que parcela a dívida previdenciária dos municípios em até 200 meses, entre outros benefícios fiscais. No entanto, a tão esperada presença do presidente da República no evento, já que a ex-presidente Dilma Rousseff foi ausência na última edição – acabou frustrando as expectativas daqueles que esperavam algo mais, como o anúncio de liberação de recursos ou coisa parecida. “O presidente Temer não prometeu nada. Mas deixou claro que, futuramente, e se o país melhorar, poderá repassar os subsídios pretendidos pelas municipalidades, mas por enquanto não há nada de concreto”.

Share this:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *