Atlas traçará ações sustentáveis nos municípios da região Oeste

O assistente da diretoria geral brasileira de Itaipu Binacional, Herlon Almeida, apresentou na manhã desta sexta-feira (28), durante assembleia da Amop (Associação dos Municípios do Oeste do Paraná), em Cascavel, os detalhes de uma ação que evolverá 54 municípios da região. O PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) fará um diagnóstico da situação de cada local em relação aos 17 ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável).
O convênio vai durar três anos e deve gerar, ao final, um atlas com informações sobre a situação de cada município, quais as principais demandas e as sugestões de políticas públicas a serem tomadas. De acordo com Herlon, todas lideranças serão ouvidas nos municípios. “Queremos abrir uma discussão com a comunidade, as lideranças públicas e privadas. Não tem forma de melhorar os indicadores se não tiver uma convergência de o que pensam a sociedade e o setor público”, De acordo com ele, a partir deste diagnóstico, será possível fazer planos setoriais (saúde, saneamento, equidade de gênero, por exemplo) e concluir com um plano municipal de desenvolvimento.
O primeiro passo é identificar as instituições e pessoas parceiras em cada município. “Vamos usar como suporte os programas que já desenvolvemos na região, como o Cultivando Água Boa”. Depois, serão feitas reuniões nos municípios para apresentar os ODS e verificar a situação de cada cidade em relação a eles. No final, um atlas informacional será entregue a cada município.
De acordo com Samanta Salve, gestora do PNUD no Oeste, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável são uma agenda mundial adotada durante a Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável em setembro de 2015 composta por 17 objetivos e 169 metas a serem atingidos até 2030.
A reunião contou com a presença de 35 prefeitos e vices da região da Amop, bem como, os deputados Nelson Padovani (federal), Élio Rusch, André Bueno e José Carlos Schiavinato (estaduais), além de vereadores, secretários municipais, chefes regionais de núcleo e secretarias de governo e imprensa.

Share this:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *