Mais quatro prefeitos da região Oeste conhecem programas habitacionais do Governo do Paraná

Em reunião com prefeitos de São José das Palmeiras, Gilberto Salvador, São Pedro do Iguaçu, Francisco de Souza Neto, e Diamante do Oeste, Guilherme Pivatto Junior, além da vice-prefeita de Vera Cruz do Oeste, Maria Fialho, equipe da Cohapar detalhou processos de adesão aos seus projetos.

Representantes da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) realizaram na última sexta-feira (27) reuniões de trabalho com os prefeitos de São José das Palmeiras, Gilberto Salvador, São Pedro do Iguaçu, Francisco de Souza Neto, e Diamante do Oeste, Guilherme Pivatto Junior, além da vice-prefeita de Vera Cruz do Oeste, Maria Fialho. As visitas foram feitas com o intuito de apresentar aos gestores municipais os programas habitacionais do Governo do Estado à disposição das prefeituras.

Entre as linhas de atuação que podem ser implantadas nas localidades da região Oeste, estão obras de construção de casas populares, urbanização de assentamentos precários e ações de regularização fundiária. Segundo o coordenador regional da Cohapar em Cascavel, Severino Folador, a empresa atua na assistência para a obtenção de recursos em nível federal e estadual, além de desenvolver trabalhos próprios.

“Temos no momento a disponibilidade de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para a construção de empreendimentos, cujo projeto é elaborado pela experiente equipe técnica da Cohapar”, relata. “Além disso, o governador Beto Richa, por meio da Secretaria da Família e Desenvolvimento Social, tem disponibilizado recursos ajudarão no resgate social de famílias em situação de vulnerabilidade social”, conclui Folador.

Uma das frentes de trabalho que tem ganhado espaço é a regularização de áreas e documentação de imóveis em situação irregular. “Por orientação do presidente da Cohapar, Abelardo Lupion, temos expandido as ações de regularização fundiária, que para a família que recebe a escritura de sua moradia é tão importante quanto à construção de uma nova casa”, avalia o coordenador regional.

Share this:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *